Certificado de segurança SSL e o rankeamento no Google

A internet abriga todo o tipo de conteúdo e é muito comum o acesso a diversos sites para visualizar produtos e fazer compras on-line, todavia, é crescente as notícias de fraude e clientes que são enganados por páginas fraudulentas. Uma forma de combater esse tipo de problema é com o certificado de segurança SSL, que é muito usado nos e-commerces. Ele blinda as informações inseridas pelo cliente que, se usadas de má-fé, podem causar grandes prejuízos. 

Neste post vamos explicar como funciona o certificado de segurança SSL e por que ele é importante para o rankeamento do Google. Não deixe de conferir! 

Certificado de segurança SSL e HTTPS

HTTPS (Hyper Text Transfer Protocol Secure) é a versão segura do HTTP (Hyper Text Transfer Protocol). O HTTP nada mais é que um protocolo que permite que o computador troque informações com o servidor que abriga o site. Ou seja, quando são conectados sob o protocolo, o computador pode receber e enviar qualquer conteúdo de texto.

O HTTP deixa a desejar no quesito segurança, pois para que alguém mal-intencionado, como um hacker, fica fácil acessar o conteúdo e interceptar os dados recebidos. E aí entra o HTTPS. 

O ‘S’ significa uma espécie de camada de proteção para acesso ao site. A sigla de HTTPS significa Hyper Text Transfer Protocol Secure, e quer dizer que possui uma criptografia específica que impede que os dados sejam interceptados, aumentando assim a segurança da navegação e dificultando as ações de hackers nas informações. 

A conexão segura também identifica as páginas da internet por meio de um Certificado SSL (Secure Socket Layer). Ele é emitido por uma Autoridade de Certificação e serve pra validar o HTTPS da página, verificando se aquele endereço web pertence aquela organização ou proprietário, gerando privacidade e segurança. 

Quando o site possui o protocolo HTTPS, um cadeado é exibido antes do “www”, esse cadeado deve estar fechado e ser da cor verde, e indica que a navegação é segura.

Geralmente, os próprios servidores de hospedagem dão a opção para você comprar um certificado. Alguns deles até oferecem o protocolo HTTPS como cortesia, enquanto alguns outros serviços já oferecem um certificado gratuitamente. Dessa forma, é válido reservar um tempo para fazer uma pesquisa de fornecedor para obter o seu certificado.

Rankeamento

O Google preza muito pela segurança dos seus usuários. Quando um site possui certificação de segurança, ele está menos propício a causar prejuízos aos seus clientes. Dessa forma, o buscador passou a considerar o SSL como um dos fatores de rankeamento em suas pesquisas. As empresas que seguem essa prática são recompensadas e são exibidas em colocações melhores.

Essa nova determinação é muito importante para o SEO atingir as métricas pretendidas. Até mesmo nas campanhas de Google Adwords é necessário a certificação para os sites que solicitam algum tipo de dado do usuário. O SSL é 1 entre os diversos pontos que o Google avalia. Porém, garantindo somente essa característica, a alternância no ranking pode variar de 3 a 30 posições.

Os sites mais bem ranqueados, obviamente, recebem mais cliques. Os que estão em 1º lugar obtêm um aumento de 33%, os que aparecem na 2ª posição, 17% e os 3º colocados, 12%. Aparecer fora dos 10 primeiros, que corresponde a uma página de pesquisa, pode não acrescentar quase nada no desempenho do site. Subir apenas uma posição pode representar o dobro de acessos que eram obtidos anteriormente.

O uso dos certificados de segurança garante o resultado em pelo menos 15 dias a partir de sua adequação. Isso pode variar de acordo com a atualização de conteúdo do site. Atualizações constantes também favorecem muito um melhor posicionamento.

Mudança do site

Se o seu site ainda é HTTP, chegou a hora de atualizar para os novos modelos com segurança. A mudança para o HTTPS gera um uso maior dos servidores, podendo sobrecarregar a abertura da página. Por esse motivo deve ter auxílio de uma pessoa especializada para fazer as mudanças de uma forma geral e não comprometer nenhuma parte do seu site.

Como dissemos, existem formas de certificação até mesmo gratuitas e é uma mudança necessária, que vale muito a pena, possibilitando posições melhores no ranking do Google. Lembre-se: os retornos adquiridos serão maiores, valendo o investimento na migração do seu site.

Essas foram algumas dicas sobre a importância do certificado de segurança no rankeamento do Google. Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe o seu comentário abaixo. 👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *