Gatilhos mentais: Provocação

As facilidades de pesquisa e o grande número de ofertas de produtos fazem com que os consumidores atuais pensem bastante antes de efetivar uma compra. Muitas vezes os fatores emocionais são decisivos nas escolhas e é muito importante trabalhar em cima deles. Os gatilhos mentais foram desenvolvidos justamente para ajudar nesse sentido. Encontram-se diversas ramificações e cada um apresenta características diferentes, podendo atuar em diversos meios para várias categorias de clientes. Dentre os mais utilizados, está o gatilho mental da provocação. Como o próprio nome diz, ele consiste em provocar o cliente quando ele tenta sair de uma página. Quando o cursor é direcionado para o fechamento da página, pop-ups aparecem com afirmações absurdas que colocam em cheque a mente e podem fazer com que ele desista de sair, criando, assim, uma nova oportunidade de consumo.

Como é feito

Os pop-ups apresentam questões que instigam o cliente a permanecer navegando no site. Um exemplo disso é quando um pop-up surge apresentando uma promoção e, em seguida, dá duas opções para uma pergunta, como: “Deseja realmente sair?”. Essa primeira indagação já gera uma certa expectativa e até mesmo um diálogo entre a página e o visitante. Para a resposta, são apresentadas duas alternativas. A primeira fala “Não, desejo aproveitar a promoção!”. Se essa opção for a escolhida, é porque o cliente ainda tem interesse em adquirir o produto e talvez por um pequeno momento pensou em desistir ou deixar para comprar mais tarde. A segunda pergunta é da seguinte forma: “Sim, não gosto de dinheiro!”. Nessa hora é que o cérebro entra em pane. Como é possível que alguém responda que não gosta de dinheiro? Essa pergunta leva ao pensamento de perda: “Se eu sair da página, vou deixar passar uma oportunidade e tanto…”. Tendo em vista as opções, surge uma nova oportunidade para que o consumidor volte a navegar na página e, consequentemente, efetue a compra. Essa estratégia pode reduzir consideravelmente o número de pessoas que saem do site, ou de uma loja virtual, sem consumir ou interagir com as páginas.

Interação

O gatilho mental da provocação ajuda bastante na permanência do consumidor em uma página. Em prática, ele pode mudar a opinião e até ser um diferencial para a escolha do consumidor. Para a utilização efetiva dessa técnica, a sua integração com outras atividades de um site é importante, tais como a interação com o cliente. Ao retornar para a navegação de uma página, a pessoa pode estar com algumas dúvidas em relação ao serviço ou produto interessado, e deve haver um canal de comunicação para sanar essas indagações. Existem vários dispositivos para fazer isso, pode ser um chat online, telefone, e-mail e até mesmo um ícone de WhatsApp direcionado. Esse momento é crucial e o bom atendimento será um diferencial para a venda e a possível fidelização. Outros gatilhos mentais também podem ser integrados, facilitando a persuasão. Como cada um tem uma função diferente, agindo em conjunto irão apresentar resultados muito maiores.  

Esse é o gatilho mental da provocação. Usá-lo pode ser fundamental para conquistar as vendas do seu site. Continue acompanhando o nosso blog e conheça outros gatilhos mentais. 😉 Ficou com alguma dúvida? Deixe o seu comentário abaixo.      

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *