Growth Hacking: saiba tudo sobre a prática

Growth Hacking é uma técnica que tem sido muito utilizada por empresas do Vale do Silício e Startups. Essa técnica pode trazer inúmeros resultados positivos, sendo um dos responsáveis pelo vertiginoso crescimento delas. Além disso, os custos da implantação são relativamente baixos, principalmente se comparado aos resultados.

Ainda não sabe o que é Growth Hacking? Confira tudo no texto!

Surgimento

O termo foi criado e difundido por Sean Ellis, em 2010. Ele observou características comuns nas empresas com rápido crescimento do Vale do Silício, como:

  • Inovação na hora da implantação do Marketing;

  • Perfil heterogêneo da equipe;

  • Decisões a partir de muita análise e testes.

Todas essas características garantiram o crescimento sustentável dessas empresas.

O que é Growth Hacking?

Segundo o criador do termo, Sean Ellis, Growth Hacking é o marketing orientado para experimentos. Esse método se baseia em encontrar brechas para o rápido crescimento de uma empresa. Ou seja, é similar ao método científico e você deve partir de hipóteses para realizar as experimentações.

Marketing x Growth Hacking

O Growth Hacking é focado absolutamente no crescimento. As suas técnicas podem ser trabalhadas em conjunto com o marketing digital. Porém, um não substitui o outro.

Na fase inicial de uma startup, por exemplo, um dos maiores objetivos é o crescimento e a partir disso a divulgação de seu produto. Assim, os profissionais de ambas as áreas são importantes para alavancar uma marca. E a criatividade é fundamental para criar os diferenciais da empresa no mercado.

Assim também funciona com o lançamento de um produto ou serviço, por exemplo.

Ferramentas

Algumas ferramentas facilitam a implementação da técnica. As estratégias pagas podem incluir:

  • SEM (Search Engine Marketing ou Marketing para mecanismos de busca);

  • Links patrocinados no Google Adwords;

  • Links patrocinados no Facebook Ads;

  • Anúncios;

  • Dentre outros.

Enquanto as estratégias gratuitas podem incluir:

Essas estratégias, se implantadas desde os processos iniciais de desenvolvimento de um produto ou serviço, facilitam muito o trabalho dos empreendedores. Mas, nada impede que ao longo do tempo você vá implantando as práticas na sua empresa.

Funcionamento na prática

Algumas práticas de crescimento podem ser temporárias, durando o período necessário para divulgar uma marca e alavancar o seu uso. O Growth Hacking busca exatamente isso.

As técnicas devem ser criadas de forma personalizada, voltadas para a realidade do seu negócio. Porém, existem alguns passos que você pode colocar em prática para iniciar:

  1. Funil – aquisição, ativação, retenção, receita e indicações – é utilizado para que você escolha uma dessas etapas para fazer a otimização;

  2. Ideias – o que pode ser feito para melhorar os resultados? Essa pergunta deve seguida de um brainstorming;

  3. Escolha das ideias – avalie quais podem ser encaixadas na realidade da empresa, considerando o valor, complexidade para implementar e possíveis impactos;

  4. A partir da ideia selecionada você deve criar uma hipótese e moldar como será sua aplicação;

  5. Coloque em prática de forma que você consiga monitorar o andamento;

  6. Análise dos resultados – é hora de você ver se a sua hipótese se confirma ou não.

Com esses métodos o retorno será enorme e a tendência é de constante crescimento para a empresa.

Agora você já sabe o que é o Growth Hacking e como essa prática pode auxiliar no crescimento da sua empresa. Você já utilizou? Conta para a gente os resultados!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *