Produto mínimo viável (MVP) mostra que menos pode ser mais

Você já ouviu falar sobre Produto Mínimo Viável (MVP)? Essa estratégia está se transformando em algo comum, principalmente em empresas no estilo startup e do setor de tecnologia.  É essencial para que você analise a real viabilidade da sua ideia antes de investir muito dinheiro nela.

O Produto Mínimo Viável pode mudar a sua forma de criar negócios, produtos e serviços, além de proporcionar uma economia enorme para a sua empresa.  Quer saber como funciona? Confira no texto!

O que é Produto Mínimo Viável (MVP)

Produto Mínimo Viável vem do termo em inglês “Minimum Viable Product” (MVP), resumidamente, pode-se dizer que o conceito significa o mínimo que um produto necessita para ser lançado no mercado.

É exatamente essa a ideia do MVP! Você cria um protótipo do seu produto, com as funções essenciais para solucionar os problemas do futuro cliente. A partir daí você terá um tempo de testes com uma base seleta e relativamente pequena de leads. O feedback que você recebe dessas pessoas é importante para você avaliar a receptividade do público e, com isso, a viabilidade do seu produto.

O MVP evita desperdícios na sua empresa, como de tempo, dinheiro e recursos.

Coletando informações com o (MVP)

Construir um MVP não é uma tarefa simples, requer esforço e criatividade. Podemos utilizar algumas ferramentas para auxiliar na implementação do MVP, veja algumas:

Redes Sociais

As redes sociais podem ser parceiras para o desenvolvimento de um MVP. Através delas é possível fazer uma interação direta com os usuários. Assim, você pode identificar com mais facilidade o problema do produto oferecido, além de fazer novas propostas para os usuários acessarem sites e aplicativos.

Usar grupos no Facebook para se conectar com os seus clientes, criar Fan Page ou grupos no WhatsApp, também é uma ótima alternativa.

Landing Page

Essas páginas poderão ser usadas em dois momentos. O primeiro é antes mesmo de lançar o seu protótipo, você pode criar uma página de apresentação do produto com o objetivo de captar leads. São essas as pessoas que podem ser usadas na hora dos testes com o protótipo.

O segundo momento, é a criação de uma landing page para coletar informações das pessoas que estão testando o produto.

Se você não sabe criar Landing Page, existem várias ferramentas on-line para te ajudar. Os desafios serão vários, sendo que a utilização de links e estratégias de Inbound Marketing podem ser seus aliados.

Wireframes

O Wireframe tem a forma de um desenho de telas, podendo transformar as suas ideias em algo real. Você deverá focar totalmente no seu usuário, já que a intenção é certificar com mais rapidez o seu produto. Existem ferramentas on-line para facilitar o processo, portanto, você deverá colocar algo novo e rápido na mão dos seus clientes.

Vídeos

Um vídeo de altíssima qualidade pode ser a sua melhor alternativa. Faça demonstrações sobre como o produto funciona, com o máximo de detalhes possível.

Conclusão

Quando você consegue identificar os problemas dos seus usuários, é mais fácil propor uma solução. Construir um Produto Mínimo Viável trará vários feedbacks, podendo ter muito mais conteúdo em mãos e aumentando as possibilidades de sucesso do seu negócio. Com isso, a economia que você pode fazer utilizando essa estratégia é enorme. Persista, você pode alcançar os seus resultados! Ficou com alguma dúvida? Deixe nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *