Saiba como fazer um follow up matador!

O follow up é uma atividade essencial para as vendas de uma empresa e, ao mesmo tempo, muito desafiador. Se ele é eficiente, traz benefícios valiosos e, por outro lado, se não é feito ou, pior, mal feito, poderá ter resultados desastrosos.

A questão é o que o follow up de vendas envolve algo muito delicado: a relação com o cliente e, de preferência, não se trata de uma relação superficial, mas da construção de um compromisso.

Quando colocamos isso ao lado do cumprimento de meta, da urgência em vender e tantas outras pressões que envolvem os vendedores e o próprio negócio, fica claro que tudo converge para que o follow up com o cliente caminhe na corda bamba.

Contudo, é possível tornar essa ação efetiva e favorável ao negócio seguindo algumas dicas. Vamos falar sobre o assunto!

O que é follow up?

Para esclarecer melhor do que se trata esse termo, podemos dizer de maneira simplificada que follow up significa acompanhar o cliente em sua jornada de compra. Isso quer dizer estabelecer uma relação com o consumidor, desde antes de sua conversão em cliente até o pós-venda.

Contudo, essa interpretação simplificada incorre no risco de excessos ou equívocos. Já que o follow up com o cliente é uma técnica, é preciso entender o tempo e a maneira certa de fazê-lo. Desses acertos depende o sucesso do processo de follow up, capaz de conduzir o cliente em sua jornada de compras, educá-lo, qualificá-lo e fidelizá-lo.

Follow up e fluxo de cadência

Fazer o follow up quer dizer entrar em contato com o cliente e mantê-lo. Para que essa ação seja bem-sucedida é preciso entender o timing do cliente, isto é, os diferentes estágios de sua jornada de compras.

Se, por desespero, os vendedores focam apenas nos leads de aparente fácil conversão, desperdiçam oportunidades de vendas. Portanto, para um follow up matador é preciso considerar o fluxo de cadência.

Isto é, deve-se ter um plano sistematizado, que oriente a série de interações utilizando diferentes métodos de comunicação, nutridas com conteúdos apropriados, a fim de ampliar as chances de contato com um potencial cliente.

Dicas para um follow up matador

Falando em conceitos, fazer um follow up eficiente pode parecer complicado. Entretanto, com essas dicas, voltadas para a prática, tudo ficará mais claro. Vamos lá:

Tome a iniciativa do contato inicial

Uma vez que a sua empresa e os seus vendedores são os interessados em vender, deve-se tomar a iniciativa e mostrar “quem está no comando”. Isso demonstra confiança e interesse ao cliente.

Tenha um plano para o antes e depois

É importante tomar a iniciativa, mas, antes, é indispensável saber o que você quer no contato com o consumidor e o que tem a oferecer. Portanto, faça uma checagem dos itens a serem abordados no contato e, depois do contato, tome notas e planeje a próxima interação. Todo esse processo deve considerar a estratégia e as metas da empresa.

Cuidado com a abordagem

O modo de abordar o consumidor precisa ser adequado ao seu perfil e ao objetivo do contato. Portanto, conheça seu cliente e as possibilidades de tônica mais assertivas para cada tipo de interação.

Nutra a relação

No antes, durante e depois na relação com o cliente, é fundamental nutri-lo: de informações, de conhecimento, de dicas, de promoções, de novidades. O marketing digital é o grande mestre para realizar essa ação, a partir da produção de conteúdos diversos, gestão de redes sociais, dentre outras ferramentas.

Essas são dicas simples, exequíveis e assertivas para fazer um follow up de vendas matador. Vale reforçar que tudo deve estar de acordo com a jornada de compras do cliente. Quer saber mais sobre o assunto? Então leia o artigo: Entendendo o funil de vendas!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *