Tecnologia e consumo: conheça os novos consumidores

Nos últimos anos, as empresas estão passando por várias mudanças que visam atender todas as necessidades dos seus clientes. A maneira de consumo mudou e a adaptação é necessária para permanecer ativo no mercado.

Com o acesso à informação de forma rápida e fácil, quem está ditando as regras é o consumidor, por isso, a facilidade no atendimento e a eficácia nos resultados é primordial. 

 Tipos de consumidores

 A transição nas formas de consumo gera novidades, mas alguns modos tradicionais não deixam de existir. Enquanto alguns clientes utilizam, quase que unicamente, os meios digitais, uma grande parcela ainda opta pelos serviços presenciais. Dessa maneira podemos classificar os novos consumidores do mercado da seguinte forma:

 Tradicionais

 Utilizam os canais off-line de atendimento. Os consumidores tradicionais não usam meios digitais para efetuar compras ou contratar serviços especializados, pois gostam de ver o produto pessoalmente, tocá-lo, e levam em consideração a presença de uma pessoa para fazer o atendimento e esclarecer todas as dúvidas.

No Brasil, esse grupo representa quase 70% das pessoas.

 Experimentais

 Esse grupo está em transição. São consumidores que ainda usam os modos tradicionais, mas estão começando a utilizar métodos de compra on-line. Interagem com aplicativos e sites para conhecer produtos e serviços, e efetuam algumas compras usando esses meios.

 Transicionais

Os consumidores transicionais já utilizam os meios digitais há mais tempo. Estão familiarizados com as novas formas de adquirir produtos e serviços.

Aproveitam muito as oportunidades de negócios e fazem compras pontuais, já não necessitam tanto de atendimento off-line.

 Espertos

Praticamente todo tipo de consumo é feito digitalmente. Esse tipo de consumidor está acostumado com as interações on-line portanto, eles utilizam a tecnologia para adquirir produtos, contratar serviços, fazer pagamentos e ganhar novos conhecimentos.

Essas pessoas estão em acessão atualmente.

 Na palma da mão

 As facilidades atuais ajudam muito o crescimento e adaptação dos novos consumidores. Segundo pesquisa feita pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, em maio de 2016, o número de aparelhos smartphones em atividade, no Brasil, ultrapassou os 168 milhões.

As pessoas passam 85% do tempo livre utilizando o celular. É comum o uso no ônibus, metrô, carro e em qualquer lugar que se tenha poucos minutos para manusear. As empresas precisam pensar nesse tipo de consumidor, pois eles buscam resolver os seus problemas da forma mais simples e rápida possível.

Perfil dos novos consumidores

Algumas características estão moldando a personalidade dos consumidores, portanto as empresas buscam utilizar novos meios de comunicação para atender os clientes. Um bom exemplo disso é o uso do Whatsapp e do Facebook, que geram atendimento sem custos para os usuários, além de ser bem simples de usar.

Os produtos personalizados também estão em alta, como a Netflix e o Spotify. Eles fazem recomendações baseadas no gosto do usuário, da mesma forma, “aparelhos inteligentes” funcionam conectados a smartphones ou utilizam outras tecnologias para facilitar a vida das pessoas.

As empresas buscam, diariamente, soluções de segurança para o conforto dos clientes. Vivemos em um momento de transição onde o aumento das soluções tecnológicas é uma realidade crescente. Essas são algumas características dos novos consumidores.

Leia mais posts sobre assuntos relacionados em nosso blog. Deixe o seu comentário abaixo. 👇

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *